Wiki Darkover
Advertisement


É descrita como magra, quase esquelética, cabelos loiros pintados de preto, rosto estreito, olhos de um tom esverdeado estranho. Se auto-intitula membro da família Aldaran, embora o parentesco não seja esclarecido, mas, por sua idade, poderia ser uma filha nedestra de Damon Aldaran ou Beltran Aldaran, ou até mesmo irmã deles. Emelda tinha um laran desconhecido, mas não tão forte e destreinado. Porém seus dons eram amplificados por um fragmento de uma armadilha de matriz desconhecida, usada como uma pedra da estrela.

Emelda tentou buscar treinamento na Torre Tramontana, mas a Guardiã que a testou não a aprovou e dispensou. Na época, ainda com os cabelos loiros, ela sumiu pouco depois misteriosamente. Mais tarde, já de cabelos escuros e possuindo o fragmento de matriz (possivelmente roubada de Tramontana), se infiltrou na família de Priscilla Elhalyn como uma leronis doméstica em trajes de Guardiã, manipulando-a de tal modo que ambas mais tarde mataram a antiga conselheira de Priscilla, Ysaba, empurrando-a da escada. Emelda usou a loucura de Priscilla com O Guardião, e usou seu laran para nublar os pensamentos das crianças, incapacitando racionalmente alguns e apavorando outros. Ela e sua aliada acreditavam que se tornariam imortais e que Emelda era um tipo de emissária sagrada do chieri que era pai de Miralys e Valenta.

Foi descoberta por Liriel e Mikhail quando este foi testar o laran dos filhos de Priscilla. Eles conseguiram incapacitá-la enquanto Priscilla dizia invocar o tal O Guardião e morria no processo. Depois a pedra da estrela de Emelda foi destruída por Mikhail e ela se tornou louca, num nível alto de demência.

Advertisement